[RESENHA]: Dexter - A Mão Esquerda de Deus

Autor: Jeff Lindsay
272 páginas
Editora: Planeta

Sinopse: "Dexter Morgan é um educado lobo vestido em pele de ovelha. Ele é atraente e charmoso, mas algo em seu passado fez com que se transformasse numa pessoa diferente. Dexter é um serial killer. Na verdade, é um assassino incomum que extermina apenas aqueles que merecem. Ao mesmo tempo, trabalha como perito da polícia de Miami... Em Dexter, a Mão Esquerda de Deus, o livro que deu origem à aclamada série de TV, o adorável matador depara-se com um concorrente de estilo semelhante ao seu, encanta-se e incomoda-se com ele, prevê seus passos... A escrita requintada de Jeff Lindsay nos faz mergulhar na mente de um dos personagens mais ambíguos da história da literatura de suspense. Nunca o macabro foi tratado com tanto refinamento e leveza. Dexter Morgan é uma obra-prima."
Introdução: 
O livro conta a estória de Dexter Morgan, um indivíduo com uma "pequena" imperfeição em sua personalidade. Dexter possui um distúrbio mental grave caracterizado por um desvio de caráter, ausência de sentimentos genuínos, frieza, insensibilidade aos sentimentos alheios, falta de remorso e culpa por atos cruéis e tantas outras características que podemos associar ao um ser Psicopata. Sim, Dexter possui a chamada psicopatia e em determinados momentos possui um desejo desenfreado que o impulsiona a matar tanto pessoas como animas. No livro, esse desvio de caráter é personificado no chamado "Passageiro das Trevas", uma outra personalidade de Dexter que o instiga a cometer esses atos. Contudo, por que Dexter é assim?

Na vida real, há várias explicações e correntes na psicologia/psiquiatria - não sei bem qual área estuda esse tipo de transtorno - quanto ao motivo que leva  um ser a cometer tais atos. Alguns consideram que a psicopatia deriva de disfunções biológicas presentes na pessoa desde o nascimento; outros consideram que a psicopatia é causada por históricos traumáticos durante a infância e há quem diga também que um ser psicopata deriva da junção de todos esses fatores, logo é uma patologia multifatorial. 

No contexto ficcional, Dexter tem o distúrbio, pois viveu uma situação traumática na infância. Quando tinha apenas 3 anos de idade ele presencia um assassinato e isso marca ele para sempre.
Órfão, Dexter é adotado pelos Morgan, e é por eles, em especial por Harry Morgan, seu pai adotivo, que Dexter aprende a controlar esses impulsos e a só aliviar sua tensão em pessoas que realmente "merecem morrer", isto é, criminosos e assassinos. Assim, Dexter ruma sua vida seguindo o "Código Harry" - como ele chama as regras que seu pai adotivo lhe pediu para seguir - e se mistura dentro dos habitantes de Miami como uma pessoa normal, escondendo de todos quem ele realmente é.

Crítica:
Realmente fui surpreendido com a leitura. Tinha uma breve noção do que seria o livro, porque conhecia por alto a tão aclamada série de TV, a qual nunca vi nenhum episódio, nem tenho muita curiosidade de assistir. O livro, porém, é sensacional. O leitor é totalmente submerso na estória e inserido dentro da cabeça de Dexter. Nós percebemos como ele pensa, o que ele sente, ou melhor não sente, e ficamos abismados com algum de seus pensamentos, que são ao mesmo tempo tão cruéis, mas também tão naturais.
Conhecem a frase: "Seria cômico se não fosse trágico" ? Assim é o livro, com uma única diferença: você não se envergonha de rir da situação. Apesar, de tratar de uma temática psicológica densa, a forma como o personagem narra os acontecimentos e mostra seus pensamentos é tão singela e às vezes tomada por ironia que o leitor acaba encarado as coisas com naturalidade e até mesmo rindo de determinados comentários do personagem.




13 comentários:

Larissa Linhares disse...

Nunca soube que tinha livro sobre este seriado tão interessante, estou vendo que irá valer a pena correr atrás deste livro. Não li a resenha toda, pois acho que perde a graça quando eu for ler o livro.. Mas parece ser bem parecido com o seriado!! E gostei de teu blog. Ótima ideia e nada egoísta!! Hahaha.

Wendell Ribeiro disse...

esse livro parece ser bom, a série eu sei que é

eumacle disse...

SERÁ QUE O LIVRO É IGUAL
A SÉRIE? DE QUALQUER MODO
TEREI QUE LER O LIVRO.
PARABÉNS PELO POST

victoria disse...

dahora seu blog eem mto loookoooo

hahah ja estou seguindo viiu

me siga tambeemm emm!!!


www.victoriapinks.blogspot.com

Bruno Mello Souza disse...

Retribuindo a visita!

Cara, meus parabéns pelo blog. Além de ter um conteúdo bacana, visualmente é muito agradável, também.

Estou seguindo!

Um grande abraço!

www.dilemascotidianos.blogspot.com

Carolina Lima disse...

O livro paraceu ser de leitura bem profunda. :D

Loirinha disse...

Olá sou eu do blog "matematikando sem neuras"...
Achei muito legal essa sua iniciativa de introduzir a literatura de uma forma critica...
Geralmente encontramos resenhas na internet mas que falam superficialmente dos livros... É muito bom quando nós cidadãos expomos nossa maneira de pensar, pois até instiga e incentiva outras pessoas a lerem o mesmo e confirmarem se o seu relato é realmente verdadeiro...
Ah.. esqueci de avisar.. já estou t seguindo.. parabéns pelo trabalho...

Italo Frost disse...

Uauu, gosteii

Seguindo vc, obg por ter me seguido tbm

Rê Santos disse...

Adorei seu blog! Nossos blogs dialogam bastante! Já estou te seguindo, me segue tbm?
http://estantedore.blogspot.com.br/

Shirley disse...

Eu nunca li o livro, mas acompanhei a série e sou viciada por ela e agora indo em busca do livro. rsrs
Parabéns pelo blog, seguindo já!

http://aquifofura.blogspot.com.br/

Camila Bezerra disse...

Já ouvi falar do seriado também, mas nunca assisti!
Fiquei super curiosa com o livro, apesar de não ser muito o tipo de leitura que gosto!
Ótima resenha, parabéns!
Dá uma passada lá no blog!
Bjus!
http://meulivrocorderosa.blogspot.com.br/

Bakeneko Br disse...

Uau, eu já ouvi falar da serie, e estava louca para vela, ate estou com o livro para ler, mas estava enrolando **e sem tempo o.o**, mas depois dessa sua conclusão ae, fiquei mega curiosa!*-*...e parabens pelo seu blog, realmente muito bom!!!!continue ae participando!

Michelle disse...

Dexter é um dos meus seriados preferidos e pessoas que leram o livro e viram a série me disseram que o clima é bem parecido, com o livro conseguindo ser ainda melhor que a série. Com certeza lerei a saga de Dexter.
Até!

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget